Miduxe
Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Kids Birthday tickers
segunda-feira, agosto 25, 2008
  A ver se é desta...
... que consigo contar.

Antes de irmos de férias a esse belo país à beira mar plantado a angustia era enorme: e se o pequenote adoece? e as viagens? e os hospitais?vamos à praia, ao campo e existem hospitais perto,e são bons? Enfim um rol de perguntas parvas mas que mostram bem o medo com que ficàmos no que respeita ao piolhico número dois;
À última da hora lá compràmos os bilhetes de avião, depois ainda estive a tentar ver de casa na praia para alugar... acabei por desistir e decidimos ir apenas ver a família ao alentejo profundo e apenas três semanas para o maridão não morrer de tédio.

A viagem de avião correu bem, desta vez fomos na companhia portuguesa e devo dizer que com muita pena minha verifiquei que a atenção dada a quem leva crianças pequenas era quase nula, no check in fui eu que perguntei/afirmei se os casais com bébes não tinham prioridade, pois agora é fila única para fazer o check in para viagens para toda a europa e vi casais na enorme fila com bébés pequenos; Se não dizes nada ficas como eles à espera,como falei passàmos à frente daquela imensa fila de gente ( inadmissível não proporem); Já no avião por exemplo fui eu quem tive de pedir o cinto de "segurança" para o piolhico já estavamos quase a descolar, e um casal belga que ia à nossa frente partilhava a fila das cadeiras com um senhor que viajava sózinho e este tinha de se levantar (para deixar passar os papàs) sempre que precisavam de tirar algo da bagagem de mão colocada por cima dos bancos; Ora na companhia belga quando não se teve hipotese de sentar os casais com bébes sózinhos nas cadeiras logo no check in,depois de todos os passageiros estarem no avião e depois da descolagem propõem à pessoa sentada ao lado do casal um outro lugar vago no avião para ambos irem mais à vontade; ainda pensei não o terem feito por estarem completos,mas ao ir à casa de banho verifiquei que haviam umas quatro filas de cadeiras sem ninguem. No fim o casal belga que vinha conhecer Portugal com a bébé de alguns meses queixava-se da falta de simpatia e atenção por parte da equipa... Infelizmente tive de concordar.

A viagem correu bem, o piolho número um dizia ter medo (já não se lembra da última vez que viajou, há dois anos) o piolho número dois queria era andar de um lado para o outro; ainda assim conseguimos controlar estes dois diabitos;
Para recolher as bagagens esperàmos quase uma hora, o maridão já dizia que tilham esquecido ou perdido as malas... No aeroporto esperáva-nos a fabulosa madrinha do piolho número um, uma querida!!!
Beijos e abraços,uns segundos de fofocas e lá seguimos caminho para o meu alentejo;

Ao chegar noto uma tristeza que não conhecia, as casas que normalmente são branquinhas estão por pintar, outras semi destruídas outras (demasiadas) em construção... a crise que a europa e não só,atravessa nota-se logo nos lugares mais "fràgeis";
Depois de visitar a cidade a conclusão é a mesma a vida está cada vez mais complicada; No entanto continuo a ver belos carros novos, gente bem vestida e à última moda; Os preços no supermercado esses, em alguns produtos, são mais caros do que aqui !!! Normalmente aproveito para comprar roupa de marca portuguesa de qualidade pois temos bons produtos a bom preço(para quem vive aqui,claro) mas desta vez as modas que aí vêm não me agradam de todo e a qualidade dos tecidos também não...

Depois da organização inicial em que os primeiros dias passam sem sabermos bem como, o resto dos dias foram passados no "dolce fare niente", de dia os quase sempre quentinhos 40g faziam com que os papàs saissem e deixassem os piolhos em casa na companhia da avó e da sobrinha de 9 anos com quem o piolho número um brincou dias e noites sem parar, um delírio;
De noite os piolhos estavam estafadinhos e como sempre "exigiam" cama cedo;
Ainda pensàmos em ir a qualquer lado de carro mas os dias estiveram sempre a escaldar e a única vez que levei o piolho grande comigo durante a tarde,depressa me pediu para ir para casa tal era o calor...não está habituado e para dizer a verdade,nem eu já estou!
Para as crianças uma piscina de plástico fez maravilhas... eu matei saudades da terra e de alguns amigos e familiares. E apenas nisto passaram os dias a correr; Tudo correu bem,excepto a terrível diarreia que o piolho bébé teve durante a última semana; De um dia para o outro teve febre e uma diarréia tão forte que durou toda a semana,felizmente não passou disso.

Ao chegar aqui dou conta de que o piolho bébe já não o é, agora é um menino pequeno que já sobe para todo o lado, que diz (aponta com o dedo) aquilo que quer, já vai dizendo umas palavritas, dá beijos repenicadinhos nas nossas bochechas, brinca cada vez mais com o irmão... já fazia estas coisas antes mas agora está muito mais desenvolvido! O irmão fala cada vez melhor o português que practicou com a minha sobrinha...

A mim fez-me bem rever amigos, família ,comer coisas só nossas e cheirar outros ares;
Mas o principal foi termos verificado que o piolho bébé está pronto para grandes aventuras.



 
segunda-feira, agosto 18, 2008
  Férias
Já lá vão...
Estamos todos bem...
Vou tentar cá vir contar tudo em breve;
 

Arquivos
Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Maio 2010 / Junho 2010 / Agosto 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Dezembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Julho 2011 / Janeiro 2012 /


Powered by Blogger

Subscrever
Mensagens [Atom]